quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Quem somos nós?

Certa vez, eu ouvi as seguintes frases: “A maioria das pessoas é outra pessoa. Seus pensamentos são as opiniões de outra pessoa”. Penso parecido com isso. Acho que como nós vivemos obrigatoriamente em sociedade, somos forçados a compartilhar e seguir as opiniões dos outros. No trabalho, embora muitas vezes nem concordemos, seguimos a opinião ou a ordem do supervisor, do encarregado ou do gerente, sob pena de punição caso não se faça. Na escola, obedecemos e nos submetemos às ordens e aos ensinamentos de professores que, muitas vezes, são totalmente despreparados ou estão desmotivados demais para orientar quem quer que seja. Em inúmeros casamentos, um cônjuge se submete às opiniões e loucuras do outro, apenas para tentar viver uma vida feliz. E, na maioria das vezes, não consegue. Fazemos, falamos e executamos ordens e comandos vindos de fora, embora as nossas opiniões sejam completamente diferentes. Enfim, acho mesmo que nós não somos nós. Nós somos realmente nós, quando estamos sozinhos na cama, meditando sobre essa loucura que é o mundo em que somos forçados a viver. Feliz de quem consegue ser ele mesmo, nem que seja apenas no interior do coração e da mente.
Postar um comentário