terça-feira, 24 de janeiro de 2012

domingo, 22 de janeiro de 2012

Penumbras...


Noite, sombras, luar, tudo grafitadamente sensual. Ama-me agora, antes do amanhecer...!


20/01/2012
23h 27min



sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Ouvindo agora... Queen & Slash - Tie Your Mother Down



Rock e Ciência juntos:

Guitarrista do Queen conclui doutorado em astronomia...


O guitarrista do Queen, Brian Harold May, concluiu seu doutorado em astronomia com uma tese sobre a luz zodiacal, já publicada em livro. May havia interrompido os estudos nos anos 70 para se dedicar ao rock, mas retomou a tese desenvolvida no Observatório do Teide e Izana, na ilha de Tenerife, nas ilhas Canárias. A luz zodiacal, tema de seu estudo, é uma fraca luminosidade visível no céu ocidental. O melhor período para observá-la é na primavera, depois que as luzes do pôr do sol desapareceram completamente. Trata-se do reflexo da luz solar nas partículas de pó presentes no plano do sistema solar.
"Estou feliz por ter passado a minha vida tocando com o Queen, mas é extremamente gratificante ver a minha tese publicada", declarou May.
A tese "Estudo sobre as velocidades radiais do pó zodiacal" foi concluída no ano passado e se baseia na documentação recolhida pelo músico sobre a luz zodiacal nos anos 1971-72, no observatório de Tenerife.

"É extremamente gratificante ver a minha tese publicada", disse o britânico Brian May
"É extremamente gratificante ver a minha tese publicada", disse o britânico Brian May

Fonte: Folha Ciência

*****

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Retratos de São Lourenço...








Lente atenta aos detalhes da rua Marechal Deodoro em São Lourenço do Sul - RS...

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Ouvindo agora... Pelotas - Kleiton e Kledir



Para quem viveu na zona Sul do Rio Grande do Sul e conhece a cidade de Pelotas, suas ruas e suas histórias, não deixa de admirar a letra dessa belíssima composição de Kleiton e Kledir...!

Pelotas


Kleiton e Kledir



Caminhando por Pelotas

Lembrei de quando eu nasci,

Um quarto da Santa Casa,

O palco do Guarany.



Contei paralelepípedos

A caminho da escola,

Sonhei ladrilhos hidráulicos,

Paredes de escariola.



Pião, bolinha de gude

Pandorga, ioiô, gibi,

Bici, carrinho de lomba,

Eu sou o mesmo guri.



Comi tanta pessegada,

Fios de ovos e bem-casados,

E pastéis de Santa Clara,

Que fiquei cristalizado.



E voei até a praça

Passei no Sete de Abril,

Os pardais faziam festa,

Naquela tarde de frio.



Tomei um café no Aquário

Bem quente pra ver se aquece,

Agradeci obrigado,

E a moça disse merece!



Andei até na Avenida

Entrei na Boca do Lobo,

Fui até à BAIXADA,

Pois era dia de jogo.



Naveguei pelo Porto

Fragata e Areal,

Três Vendas e São Gonçalo,

E Praias do Laranjal.



É muita guria linda

Eu fico até espantado,

Nunca vi tanta beleza,

Por cada metro quadrado.



O vento nos teus cabelos

Desenha outra escultura,

Junto à Fonte das Nereidas,

E aos traços da arquitetura.



Terra de todos meus sonhos

Princesa do Sul bonita,

O meu amor não tem fim,

Como uma rua infinita.



Pelotas minha cidade

Lugar onde eu nasci,

Ando nos braços do mundo,

Mas sempre volto pra ti!



domingo, 8 de janeiro de 2012

sábado, 7 de janeiro de 2012