sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Ponto de vista?

Há tempos, anda tudo turvo. Vejo vultos quase sem rosto, ao longe. Só a medida que se aproximam, ganham traços. Os letreiros andam ilegíveis e os livros insistem em manter suas letras quase apagadas. O que estaria acontecendo com o mundo que me cerca? A princípio, levei um susto. Hoje, decidi fazer lentes novas para meus óculos.
Postar um comentário