domingo, 28 de junho de 2015

sábado, 27 de junho de 2015

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Última cena...


O velho ator
Visto caído
Achado morto
Fizera sucesso
Coxia, luzes, fama
No palco
Grandes papéis
Heróis, palhaços
Vilões, menestréis
Público, admiradores
Espectadores fiéis
Hoje
Na vida
Fora forçado
No último ato
Na última cena
A um pequeno papel
Papel secundário
Nada de vilão
Nada de herói
Alguém normal
Alguém como eu
Um ser mortal
No papel de moribundo
No último suspiro
E, aí
Só aí
Ele fora
Ele próprio
Ele foi
Ele mesmo
O seu real
O seu eu
Encenou
Suspirou
Morreu...

sexta-feira, 19 de junho de 2015

João...




Outono, quase inverno.
Jaz o galho da araucária.
À procura de barro, João...



quarta-feira, 3 de junho de 2015

Campo afora...


A cerca, aramada, corria longe
Dividindo pastos e até o açude
A garça e o peixe, desavisados
Só pensavam pelear pela vida...

Divisa SC / PR,
02/06/2015
17h 07 min