terça-feira, 29 de setembro de 2015

Tardio...



No porto já escuro
Lágrimas não enchem mar
Suspiros não costuram velas
Nem olhares acham rumo
Zarpar era preciso
Marés perdidas não voltam...


29/09/2015

17h 47min


http://www.recantodasletras.com.br/poesiasrecordativas/5398745


segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Perigeu...



Em avermelhado ciclo
Lua, menina, mulher
Iluminas beleza
Sangras fertilidade...


28/09/2015

00h 37min


http://www.recantodasletras.com.br/homenagens/5396832


domingo, 27 de setembro de 2015

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Antologia Feira do Poeta...


No próximo dia 04 de outubro, ocorrerá o lançamento do livro Conexão Feira do Poeta. Essa é a primeira antologia publicada após a reabertura da Feira do Poeta, tradicional espaço que já abrigava os poetas curitibanos nas décadas de 80 e 90, e que permaneceu fechada por muito tempo, no dia 29 de março último. São 54 poetas curitibanos mostrando a sua arte, nessa que é, sem dúvidas, a antologia que marca definitivamente a volta oficial do espaço físico e da principal vitrine da poesia de Curitiba. Eu tenho muito orgulho de estar participando dessa obra histórica!

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Paraíso?


De nada adianta viver em um cartão postal, tendo a alma acinzentada...

* da série "Mensagens para quem precisa"...

24/09/2015
09h 30min


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/5393438


Celeste...


Direto da antologia "Apanhador de Sonhos"...


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Ancoradouro...


Deixaste mágoas em marés
Levaste brisas, esperanças
Já não vou mais ao cais
Ver restos do meu naufrágio
Píer banhado em lágrimas
E, de sal, o mar não precisa mais...

22/09/2015
14h 40min

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/5390927


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Réstia...



"Iluminei-me do teu sol, ao nos abrigarmos dos pingos de chuva..."

20/09/2015
23h 23min


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/5389548


Um poema em cada árvore...





Em homenagem ao Dia da Árvore, foi realizado neste domingo, no Passeio Público de Curitiba, o evento "Um poema em cada árvore". Um sucesso com a participação de 60 poetas! 



sábado, 19 de setembro de 2015

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Rod Stewart em Curitiba...






Único! Cercado de uma ótima banda e, como sempre, por mulheres bonitas e competentes, Rod Stewart não demonstra ter 70 anos. Durante uma hora e meia, desfilou os seus principais hits. O show terminou com "Sailing", sem direito ao tradicional "bis". A minha decisão de ir, foi de última hora. Mas, como não assistir, se o escocês estava tocando aqui, ao lado do quintal de casa? E, a Arena da Baixada, um dos mais modernos estádios do Brasil, foi o palco perfeito! Organização impecável com uma equipe de centenas de pessoas, entre seguranças, socorristas e orientadores, que conduziam o público aos seus lugares. Valeu apena!



quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Encalhe...



Não há tormenta, vagalhões ou borrascas que nos desviem do desejado aportar em um abraço; para tal, somente a profundidade do (a)mar.


17/09/2015
12h 21min


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/5385413


Orgasmo...



Momento velado,
indecifrável e fugaz,
onde não se sabe bem
a intensidade
do que se vai sentir,
sendo que só o sente
em plenitude
quem o sabe construir
e partilhar...


16/09/2015
21h 12min


* da série Divagações... 


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/5384895


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

7 anos sem Richard Wright...


TERÇA-FEIRA, 16 DE SETEMBRO DE 2008


Um tijolo a menos no muro...



A viagem psicodélica perdeu boa parte do brilho. O som progressivo, claro, finamente elaborado e hipnótico do Pink Floyd, silenciou de vez no dia de hoje. Sem qualquer aviso, calaram-se os teclados de Richard Wright. No meio do susto, percebemos que os ídolos não são imortais. O rock progressivo, clássico e harmônico, recheado de viagens alucinantes, porcos infláveis e muros, refugiou-se em definitivo no lado escuro da lua.

*****


quarta-feira, 9 de setembro de 2015

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Invernia...


Comparei-te
a tempestade:
ventavas em mim.
Emaranhavas
meus cabelos.
Fechei as janelas
para te deixar livre.
Portas cerradas,
algemas abertas,
vestes esvoaçantes.
Mas, tal qual
o vento norte,
sempre voltas,
trazendo chuvas,
que me gelam a alma...

domingo, 6 de setembro de 2015

Essa esquina dá música...


A esquina paulistana das avenidas Ipiranga e São João, cantada em música, verso e prosa...

Foto: Jefferson Dieckmann