segunda-feira, 31 de março de 2008

Operários

Ao chegar hoje cedo para trabalhar, me deparei com uma cena que me chamou a atenção. Um funcionário varria as folhas que o outono derrubara no pátio. Na calçada, havia um pequeno buraco, onde formigas construíram o seu refúgio. Isso só era percebido de perto, ao se notar o montinho de areia que saía desse buraco, formando uma pequena muralha de proteção ao formigueiro. Era marcante a visão da calçada já varrida e livre das folhas, com aquele montinho de areia propositalmente intocado. Isso me fez pensar. Nós, operários, devemos nos ajudar e proteger. Não importa se homens ou formigas...
Postar um comentário