sexta-feira, 18 de março de 2011

Vacinação é intensificada em São Lourenço do Sul...


Um mutirão de vacinação foi deflagrado em São Lourenço do Sul para diminuir os riscos de contaminação com doenças como tétano e hepatite B. Desde a enxurrada que devastou o município na semana passada, mais de 11 mil moradores já foram imunizados. A meta é chegar a 15 mil.

A campanha iniciou no sábado, quando 500 pessoas receberam doses que estavam estocadas no município. O restante das vacinas foi encaminhado pela Secretaria Estadual de Saúde.

O atendimento começou no posto de saúde central — único que estava funcionando após os estragos — e nos abrigos. Com a reabertura dos outros postos, as vacinas estão disponíveis em todas as unidades de saúde. Agentes foram para as ruas e, de porta em porta, vacinam os moradores, já que a procura pelos postos ainda é pequena, em função da limpeza das residências.

— A nossa orientação é de que as pessoas procurem os postos de saúde ou as equipes nas ruas, para buscarem orientação sobre os seus casos, saber se já tomaram ou não as vacinas e quais as faixas etárias indicadas. Observando estes fatores, as pessoas poderão ser imunizadas — explica Arilson da Silva Cardoso, secretário de Saúde de São Lourenço do Sul. A vacinação segue por tempo indeterminado.

Cuidados com a água e campanhas de conscientização também são realizadas

Nas ruas de São Lourenço do Sul, carros de som alertam para cuidados durante a limpeza das residências, como o uso de luvas e botas, prevenindo o risco de contaminação e evitando possíveis picadas de insetos e animais peçonhentos. Panfletos também estão sendo entregues.

A água também recebe atenção especial, com a distribuição de hipoclorito de sódio, substância utilizada para a desinfecção do líquido.

Equipes também estão fiscalizando bares e supermercados, para evitar a comercialização de alimentos contaminados pela água.

Fonte e imagem: Jornal Zero Hora - Porto Alegre
Postar um comentário