domingo, 5 de outubro de 2008

Terceira idade?

É diária a luta para que eu me convença que os meus filhos estão ficando adultos. Como é complicado! Sem que eu perceba, eles já não estão nem dependendo de mim para ir à aula de cursinho pré-vestibular nos finais de semana. Aliás, acho que ninguém merece aulas aos sábados e domingos, ainda mais cedinho da manhã. De qualquer forma, eles já me deixam dormindo e saem por conta própria. Não era ainda ontem, que eu os levava pela mão à escola? Antes de vê-los entrar pelo portão, acompanhados pela professora, conferia se estavam com a lancheira e os lápis de cor. Onde estão as calças curtas e as saiinhas? Cadê os machucados nos joelhos? Por que não ouço mais nenhum choro, seja de manha, sono ou fome? E, pior! O que está acontecendo comigo? Por que eu nem acordo com a saída deles pela manhã? Será que é isso que todos chamam de terceira idade? Não sei, mas temo pela resposta. Pensando bem, acho que não quero ouvir. Não sei se é maior a ânsia deles em entrar na vida adulta, ou o meu medo de admitir que isto esteja acontecendo. Creio que deveria haver uma preparação para que os pais passassem por situações como essa. Em especial, para vermos que aqueles bebês que dependiam do nosso colo para dormir, estão se preparando para enfrentar o mundo em uma época que já não será a nossa.
Postar um comentário