sábado, 18 de outubro de 2008

Cadê a minha hora?

O que vão fazer com a minha hora? Para onde vão levá-la durante os próximos quatro meses? O pior, é que é hoje, à meia noite. Uma hora do meu tempo vai sumir, assim, sem explicações. É o famigerado horário de verão que está chegando, de novo. Amado por uns, odiado por outros, ele está de volta. Enquanto isso, vou fazendo planos para usar bem cada um dos sessenta minutos, que só me serão devolvidos lá por fevereiro.
Postar um comentário