sábado, 4 de outubro de 2008

Pelas ruas...

Te ligo, não te encontro. Andas desconectada e bela pelas ruas da cidade, onde as vitrines atraem o teu olhar. O que fazer, quando até as calçadas são mais felizes que eu por terem você? Olho pela janela e me conforto, pois ao menos a minha alma está contigo...
Postar um comentário