quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Controvérsia

Aconteceu ontem à noite. Aliás, era quase meia noite. Eu, com o carro parado em uma rua da cidade. Rádio ligado, música embalando os pensamentos. De vez em quando, notícias das bolsas de valores despencando ao redor do mundo, crise financeira, investidores em pânico. Capitalismo em crise. Ainda circulam carros e alguns ônibus pela rua. Fico observando as luzes dos veículos que passam, lendo os itinerários dos ônibus e pensando. Pensando no mundo em que estamos vivendo, suas crises, seus temores e seus medos. Tão moderno, evoluído e com medo! Eis que, de repente, surge um ciclista. Ele pedala pela contramão da canaleta exclusiva dos ônibus. Capacete, mochila nas costas, força nos pedais. Sozinho, enquanto pedala, sorri, ri. Estranho e enigmático sorriso. Ri de que? De quem? Para quem, se até mesmo a lua está oculta entre as nuvens? Enquanto a bicicleta passa rápida, fico intrigado. O que ele sabe que o mundo ainda não sabe?
Postar um comentário