sábado, 20 de setembro de 2008

Pesadelo?

Era como um imenso supermercado. As pessoas circulavam entre grandes prateleiras. O estranho é que lá se vendiam sentimentos. Ao passar pelos corredores, eu podia ver tudo de perto. Os preços eram os mais variados e havia opções para todos os gostos e bolsos. Em média, todos os produtos eram acessíveis e ao alcance de qualquer pessoa que se dispusesse a pagar por eles, com exceção de alguns itens. Pude perceber que o Amor tinha um custo elevado, o que também acontecia com a Solidariedade. No espaço da Amizade havia algum movimento de clientes, pois o preço estava bom. Na prateleira do Sucesso, com aquele preço nas alturas, quase ninguém. Mas, era na seção das ofertas que estava a multidão. Carrinhos abarrotados e cestas cheias de Desprezo, Ódio, Traição e Falsidade. Afinal, estava tudo por uma ninharia! Confesso que o preço baixo atraiu o meu olhar naquela direção. Recordo de ter colocado a mão no bolso para ver o quanto eu tinha. De repente, me vejo na cama. Acordei cansado, mas estranhamente feliz. Corri para ver a minha carteira e a encontrei ainda com dinheiro. Não gastei quase nada desde ontem. Será que aproveitei aquelas ofertas? Por que esse sorriso insistente no meu rosto?
Postar um comentário