quarta-feira, 28 de abril de 2010

Poeta pobre (pobre poeta)...

*

Catando sílabas,
juntando letras,
vírgulas pelo chão...
Tudo junto,
virando frases,
moldando poesia...
Esta, surge nobre,
entre a ponta do lápis
e o prosaico papel de pão...


*
Postar um comentário