sábado, 19 de junho de 2010

Maré baixa...

No mar azul,
vazante,
dos teus olhos,
baixo velas,
jogo âncoras,
aporto,
quase encalhando...


Na maré baixa
das tuas lágrimas,
percebo
meu barco
soçobrando,
meus sonhos (aos poucos)
naufragando...





 

Postar um comentário