terça-feira, 21 de abril de 2009

Os invernos do meu passado

Que saudades dos invernos de décadas atrás! Eram tempos em que o frio era enfrentado com distinção e elegância, em especial no Sul do Brasil, de onde vêm essas minhas recordações. Usavam-se sobretudos, chapéus e as charmosas capas de gabardine nos dias de chuva. A conversa corria animada, enquanto se tomava um delicioso cafezinho no balcão do acolhedor Café Ponto Chic em São Lourenço do Sul ou no tradicional Café Aquário em Pelotas, no Rio Grande do Sul. Os dias começavam a ser aquecidos por uma boa conversa com os amigos, naquelas geladas manhãs de julho. Os mais diversos assuntos eram discutidos nesses momentos. Política, economia, os resultados dos últimos jogos de Grêmio e Internacional e até a temperatura da noite anterior eram amplamente debatidos nas manhãs daquelas saudosas décadas de sessenta e setenta. Àquelas eram épocas em que a civilidade e a amizade eram vividas em despretensiosos bate-papos cotidianos, em um tempo em que até o frio tinha mais graça do que tem hoje.
Postar um comentário