sábado, 26 de julho de 2008

Ofertas ou ofensas?

Apartamento ensolarado, com suítes, garagens, área verde, bem localizado! Carro com direção hidráulica, air bags, estofamento em couro, ar condicionado, rodas de liga leve! Notebook extrafino, com acesso sem fio à Internet, tela extragrande, etc, etc, etc...
Em um país onde a grande maioria da população ainda trabalha durante o dia para comer à noite, anúncios como estes não soam até como zombaria? Zombaria de uma classe minoritária, porém poderosa economicamente, expandindo os seus investimentos e projetos ao mesmo tempo em que a imensa maioria luta por algo básico, a sobrevivência. Em um país, onde quem utiliza as vagas oferecidas nas universidades públicas são os filhos dos ricos, que a população morre sem atendimento médico nas filas dos hospitais públicos e onde crianças são abandonadas nas ruas todos os dias por falta de condições dos pais para criá-las, anúncios como estes, são coerentes? Não tenho nada contra os construtores, os comerciantes e nem contra as grandes redes de lojas, mas estes e outros tantos anúncios veiculados na mídia, são as ofertas ou as ofensas do dia, para uma população que ainda passa fome?
Postar um comentário