quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Só sei que é assim...


Como perder algo que nunca se teve? Como acordar de um sonho nunca sonhado? Essa é a sina dos amores impossíveis, das esperanças vãs, dos que se deixam levar nas asas da imaginação...!


*****

Postar um comentário