terça-feira, 14 de junho de 2011

Direção norte, destino morte...

Quanto mais ouço o vento escancarando o passado e trazendo suas lembranças pelas frestas, mais tento me agarrar aos fiapos do tempo que me resta...



13/06/2011
12h 36min


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/3031930
Postar um comentário