sábado, 14 de março de 2009

Espremedura

Escolheu? Ficou bom? Não trocamos! E nem devolvemos o dinheiro! Dirija-se ao caixa, logo atrás daquela senhora, a septuagésima primeira da fila. Passe o seu cartão! Crédito ou débito? Digitou a senha? Entre logo após aquele senhor, na fila dos pacotes. Tenha uma boa tarde...se puder! Estamos vivendo um outro tipo de escravidão. É a escravidão do consumo, dos gastos desnecessários e da compulsão pelas compras. Como é possível não termos as roupas da moda e não dirigirmos um carro do ano? Onde já se viu os nossos filhos irem para a escola sem um tênis daquela marca? E o boné? Instrumento indispensável ao aprendizado! É inadmissível não passarmos as tardes de domingo em um shopping e muito menos ainda não termos assistido àquele filme que ganhou o Oscar! Não estar na fila para o hambúrguer, é imperdoável. Nós estamos sendo verdadeiros sonâmbulos existenciais que cometem muitas vezes o pecado de ser financeiramente incompetentes para estar em constante sintonia com tudo isso. Estamos virando suco na prensa do consumo. E, pior, nem é um suco muito natural...
Postar um comentário