segunda-feira, 23 de maio de 2011

Congresso Internacional "O Movimento Sindical e as Mudanças Climáticas"














No dia 21 de maio, foi encerrado o 1º Congresso Internacional “O Movimento Sindical e as Mudanças Climáticas”, com sucesso total de público e participação.

Durante a solenidade de encerramento, foi lido e aprovado o documento final do Congresso por todos os congressistas presentes.

Leia abaixo, na íntegra o conteúdo do documento:

“PROPOSTAS DO CONGRESSO INTERNACIONAL ‘O MOVIMENTO SINDICAL E A MUDANÇAS CLIMÁTICAS"

O Congresso Internacional “O Movimento Sindical e a Mudanças Climáticas”, realizado pela FENTEC - Federação Nacional dos Técnicos Industriais e pelo SINTEC –Sindicato dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo, nos dias 19,20 e 21 de maio de 2011, no Centro de Convenções do Hotel Braston, em São Paulo, com a colaboração de entidades sindicais estaduais, entidades internacionais como OITEC - Organização Internacional dos Técnicos Industriais do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, Federação dos Metalúrgicos e Químicos de Angola, INCASUR - Instituto Internacional de Estudios y Capacitación Social Del Sur, Centro Paula Souza, ABETI- Associação Brasileira dos Técnicos Industriais, o CONTAE – Conselho Nacional das Associações de Técnicos Industriais, analisou a questão das mudanças climáticas e seus aspectos nocivos á natureza e á vida dos trabalhadores.

O Congresso debateu o papel das entidades sindicais latinoamericanas frente aos desafios das mudanças climáticas e propôs linhas de trabalho para as entidades participantes, tais como:
- A educação sindical ambiental;

- Solicitar que seja incluído na grade dos técnicos industriais matérias que contemplem as questões de ecologia social e humana;

- Defesa do emprego digno e sustentável;

- Defesa de uma economia verde, com trabalho e inclusão social;

- Construção de uma rede internacional de entidades sindicais focadas e preocupadas com as mudanças climáticas;

- Cooperar e participar das Centrais Sindicais brasileiras, da CSA – Confederação Sindical das Américas e CSI – Confederação Sindical Internacional, visando dar respostas em conjunto às questões climáticas, como diz o slogan da FENTEC: Juntos, somos mais fortes!

- Participar da preparação e da realização da Conferência das Nações Unidas Rio +20, a ser realizada em junho de 2012.

(O evento fará uma análise crítica, 20 anos depois, das propostas e encaminhamento da Conferência Eco-Rio, realizada no Rio de Janeiro, em 1992, quando foi aprovado um documento denominado agenda 21, contendo as metas que deveriam ser atingidas pelos países integrantes.)

- Os organizadores do Congresso viram com satisfação que a Comissão do Meio Ambiente da Câmara dos Deputados, na pessoa de seu presidente, o deputado federal Giovani Cherini – (PDT-RS), bem como os conselhos de profissinais e as entidades sindicais de maior instância, incluindo a CNPL - Confederação Nacional das Profissões Liberais, manifestaram total apoio à causa, comprometendo-se com ações futuras que visem melhor adequação das condições climáticas e das condições de trabalho e de vida para esta e as gerações vindouras.

- O documento conclusivo do Congresso Internacional “O Movimento Sindical e a Mudanças Climáticas” será encaminhado para a imprensa nacional e para autoridades e órgãos públicos federal, estaduais e municipais, bem como para as entidades do Mercosul, latinoamericanas e caribenhas e da África, envolvidos com o tema.

Wilson Wanderlei Vieira

Presidente do Congresso Internacional “O Movimento Sindical e a Mudanças Climáticas”

São Paulo, 21 de maio de 2011.




Fonte: Site da Fentec - Federação Nacional dos Técnicos Industriais

Fotos: Jefferson Dieckmann

Postar um comentário