quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Apocalipse...



Absorto, conto estrelas
Enquanto o mundo acaba
Sem abrigo, suspiro
Quase sem ar, respiro
Um gole d’água
Digere mágoas
Beijo-te a testa
Me olhas
Ensaio passos
De encontro ao caos
Apenas ou tudo
É o que ainda resta...

21/01/2016
14h 59min


http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/5518503


Postar um comentário