domingo, 20 de novembro de 2011

Maré alta...



O pensamento já não voa tão longe
Já não sonho com o arrepio da tua pele
Assim como a lua, o sorriso se apagou
A linha do horizonte, um pouco mais, se afastou
O mar se tornou intransponível, de novo...

20/11/2011
16h 53min





Postar um comentário