sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

O meu Natal...































Todos os anos

Na véspera do Natal

Eu imaginava o cair da neve

Que nunca viria

Em um país tropical

Sentávamos em volta da árvore

Alegre e enfeitada árvore

Esperávamos pelos presentes

Trazidos a duras custas

Com muita luta

Por meus pais, os verdadeiros Noéis...

Apreensão, receio e até medo na espera

Misturados com a alegria incontida

O abrir dos pacotes era uma festa

A alegria e a emoção também

Dormir ao lado da bicicleta sonhada

Do carrinho desejado

Era o máximo que eu poderia exigir da vida

E, nós tivemos isso tudo

Hoje, passado o tempo

Isto é passado

Mas, na memória

Continua vivo

Continua alegre

Continua festivo

Só sinto falta

Só não vejo

Só não encontro

Além do meu sonho

O meu Noel

O meu Papai

O meu velho querido...


* Homenagem a meu pai que, como criança, sonhava conosco em todas as noites de Natal...
Postar um comentário